Por que fazer uma só coisa se podemos fazer duas, várias ao mesmo tempo? Podemos pagar contas via internet enquanto assistimos tevê,  fazer reunião pelo viva-voz do carro enquanto dirigimos… Podemos checar notificações nocelular enquanto almoçamos e conversamos com alguém, tudo junto.  Afinal, nos dias de hoje, é preciso aproveitar bem o tempo e, sendo multitarefa, somos mais produtivos!

Será mesmo?

Não é o que os neurocientistas estão demonstrando com seus estudos, segundo os quais realizar duas ou mais tarefas intelectuais ao mesmo tempo compromete o nosso desempenho. Um desses especialistas, o doutor David E. Meyer, da Universidade da Pensylvania, estima que a multitarefa pode derrubar nossa produtividade no trabalho em até 40%.

A principal explicação está na capacidade do córtex pré-frontal, o centro executivo do cérebro, que coordena atividades como entendimento, aprendizado, raciocínio, análise e decisão. Segundo a neurociência, o córtex pré-frontal é capaz lidar com no máximo quatro informações a cada instante. Isso não é pouca coisa, se considerarmos que a informação representada pela palavra ?contrato?, por exemplo, ativa milhões de conexões neuronais necessárias para trazer à consciência o significado, o contexto e outras informações ligadas ao contrato em questão.

Quando tentamos realizar simultaneamente duas tarefas que requerem raciocínio ? como conversar e digitar ?, o que ocorre, na verdade, é a alternância do foco de atenção, ainda que tenhamos a impressão de estar fazendo as duas coisas ao mesmo tempo. As consequências mais evidentes desse vaivém são perder informação, cometer erros por distração, ter ?brancos? do tipo onde é que eu estava mesmo?, começar várias coisas e não conseguir terminar nenhuma…  E há também um grande gasto de energia a cada vez que mudamos de foco, porque o cérebro precisa ?recarregar? todos aquelas conexões cerebrais que estavam presentes antes de você mudar de assunto. Não é à toa que cheguemos ao final do dia com uma sensação de esgotamento mental.

A multitarefa, por fim, agrava a agitação mental característica do nosso tempo. Soma-se ao bombardeio de informação a que somos submetidos constantemente, às interrupções  produzidas pela parafernália eletrônica que nos cerca e à tendência natural da mente em se ocupar de algo diferentedaquilo que estamos fazendo. A agitação mental nos faz funcionar frequentemente no piloto automático, nos deixa distraídos, preocupados, ansiosos. Torna mais difícil pegar no sono ou nos acorda no meio da noite e perturba com uma enxurrada de pensamentos que não conseguimos deter.

Vale a pena ser multitarefa?

Dos fatores que contribuem para a agitação mental, a multirefa talvez seja o mais fácil de lidar. É por ela que você pode começar o trabalho para ter maior domínio sobre sua atenção, uma chave para tornar-se mais ligado, focado e equilibrado. Voltaremos a esse assunto em breve.

Este artigo foi extraído do site: www.abtd.com.br  escrito por Regina Giannetti

Mantenha a atenção da sua equipe em temas que contribuam para o desenvolvimento de cada um. Venha vivenciar estes momentos com a Station! Possuimos várias unidades, espaços que se adequam a sua necessidade, infraestrutura completa, serviços de qualidade e equipamentos de alta tecnologia.