O dinamismo e complexidade do mundo atual nos leva a uma correria desenfreada, quando entramos em um mecanicismo, até mesmo na relação com as pessoas, onde uma frase predomina: não tenho tempo! Será que não temos mesmo tempo para o que queremos ou falar isso virou moda? Somos engolidos pelos processos e pelo tempo, mas é fundamentallembrar que a causa disso, muitas vezes, está na falta de nosso posicionamento para nos gerir diante dele.

Podemos criar espaços para melhor aproveitar o nosso dia, transformando, inclusive, a correria por momentos deliciosos, como uma pausa para o cafezinho. Fazer desses espaços ocasiões de encontros pode ser um caminho para curtir a “deliciosidade” da aproximação com as pessoas, bate papo informal, ou ainda parcerias de negócios e desenvolvimento, de aprendizados.

Essa tem sido uma abordagem que uso em dois contextos:

1. Atendo pessoas em espaços que também proporcionam o saborear de cafezinho, em processo de coaching, quebrando uma formalidade do trabalho. Isso leva a resultados sensacionais, pois, permite maior descontração e entrega, com flexibilidade de locais para atendimentos;

2. Em treinamentos nas empresas, incentivo as pessoas buscarem uma aproximação com outros profissionais em momentos informais, até mesmo para a prática do feedback. Isso é transpor os espaços de desenvolvimento para momentos diferentes, criativos, ajudando a descontrair, com maior aceitação sobre o conteúdo trabalhado e crescimento na carreira.

Tudo isso traz leveza para a convivência, em um ambiente em que as pessoas passam a maior parte do tempo, enquanto acordados. Vamos despertar no trabalho, nos momentos profissionais. Descobri que essa palavra, “acordar” representa “dar cor”. Como o cafezinho também acorda, vamos dar colorido, com alegria na nossa vida, o que representa integrar o pessoal com o profissional, nos proporcionando uma realização plena.

Há poucos dias conversei com uma amiga e parceira de negócios, na pausa para o cafezinho, sobre o quanto me disponibilizar para esses momentos abastecem a minha alma, dá mais vitalidade para pensar em novos projetos, no encontro com pessoas.

É isso mesmo! Como trago no livro “O segredo do sucesso é ser humano”, precisamos conquistar resultados sensacionais na vida pessoal e profissional a partir do encontro com pessoas, o que tem sido esquecido no mundo moderno, pois estamos nos atropelando.

Às vezes o “dar uma pausa” pode significar “movimentar”, uma vez que recarrega as nossas baterias para a conquista de novos projetos e empreendimentos. O ser humano precisa desses espaços para relaxar, pensar e entrar em contato com o seu SER e com outraspessoas. Essa pode ser a base para a conquista da qualidade de vida em bem-estar no âmbito profissional.

Outro detalhe importante é sentir o cheiro, o sabor do “cafezinho”, estando inteiro no momento presente. Essa é uma atitude que proporciona a desaceleração da mente, podendo evitar a ansiedade, estresse e até mesmo a depressão.

Outra dica fundamental é a de se desconectar da tecnologia nesses momentos, para se conectar à vida. Olhe e sinta as pessoas à sua volta. Traga alegria e muitos sorrisos nesses momentos de “cafezinho”. Tudo isso traz vitalidade e entusiasmo para irmos mais e mais, curtindo cada etapa do processo. Estar inteiro em cada momento de sua vida pode ser o seu maior presente!

Vamos criar espaços para grandes decisões, momentos de desenvolvimento e crescimento, fechando também importantes negócios, a partir do encontro com pessoas. Vamos tomar vários cafezinhos!

Este artigo foi extraído do site www.administradores.com.br / Por Susanne Andrade

A Station sua equipe também terá um momento especial para o cafezinho! Oferecemos um ambiente agradável para osnossos clientes desfrutarem com muita qualidade e sabor do coffee break, cafés da manhã e brunch.